Ruby, Python e native threads

Pode ser que eu seja meio burro (heheh) mas eu ainda achava que o Ruby e o Python usavam Green Threads, mas depois de conversar com uma galera me disseram que eram threads nativas. Pesquisando na internet eu vi que eram mesmo, mas decidi rodar um strace para ver elas rolando e postar sobre isso. Fiz dois scripts simples: Python import threading import time for i in range(5): t = threading.

Golang and 1.2 version performance improvement

I’ve started using Go last month and I really liked to work with the language. The project I’m working on is dead simple and just retrieves metrics and save on a redis server (the data will be analyzed by a different project that I’m working on). So I have 15 goroutines retrieving data constantly and I’m using just two native threads. I did some CPU profiling on the code using my current machine for Golang 1.

O Guru-SP e seus 5 anos de vida

Há pouco tempo aconteceu o encontro numero 31 do Guru-SP, e como sempre saímos (dessa vez estavamos @vinibaggio, @agaelebe, @nuxlli e @anderson_leite) para aquele velho momento de bate papo pós evento. Durante a conversa o @nuxlli perguntou sobre como o Guru-SP começou e nesse momento eu comecei a relembrar daquela velha tarde em 2008. Mas peraí… 2008!! O Guru-SP está próximo de fazer 5 anos de vida! :) Em pensar que tudo começou após um post do @agaelebe na Rails-br falando sobre criar grupos locais para conversar mais sobre Ruby e fazer encontros com mais frequência, o que gerou interesse de várias pessoas de São Paulo, que decidiram levar esse “projeto” pra frente.

Vendendo minhas coisas

Esse ano aconteceram algumas coisas zuadas para mim e resolvi capitalizar o dinheiro das coisas que eu tenho e começar denovo no ano que vem. Procurei preços justos para tudo que estou vendendo (os links das minhas pesquisas estão nas descrições dos produtos), mas caso alguém ache que alguma das coisas está com um preço não-justo e estiver interessado é só entrar em contato que negociamos. Estou aproveitando para testar a plataforma do loja integrada, mas os pagamentos eu prefiro que sejam por depósito mesmo, e se possível marcamos a entrega pessoalmente.

Vendo Dragstar 2008

Chegou a hora de pendurar o colete por um tempo, obviamente estarei de volta num futuro não tão distante, mas pelo menos por enquanto vou ficar um tempo sem motos. Por esse motivo estou vendendo minha Dragstar 2008. Informações sobre ela: Segundo dono Licenciada 2013 31000 km de boas estradas! Pneu dianteiro e traseiro trocados há menos de 1000km (duraram mais ou menos 29k) Acessórios que vão com ela (além de todas as peças originais):

Vendo intruder 125 customizada e com guidão seca suvaco

Depois de brincar de customização de motos por um tempo chegou a hora de vender minha intrudinha. Estou com ela desde 2008 e só me deu alegrias. Algumas informações sobre ela: Único dono Toda a parafernalha que veio com ela quando eu comprei eu ainda tenho IPVA pago Pneu traseiro praticamente novo, não rodou nem 100km Bateria nova, 1 mês de uso Motor, protetor de corrente e paralamas frontal são preto fosco.

Game Network Programming

English Abstract: This post was about my presentation with Diego Souza (vulgo Marciano) about Game network programming. I was studying and reading Quake source just for fun and decided to learn more about game networking in general, so I decided to prepare this presentation to show other people what I’ve learned. You can see the full video (portuguese only, sorry) and the slides below. Portuguese: Eu e o Diego Souza (vulgo Marciano) fizemos uma palestra sobre Game network programming tanto na Locaweb como no Guru-SP.

Plaev, HTML5 e Skeleton-jigsaw

Depois de muito tempo desenvolvendo finalmente terminamos o Skeleton-Jigsaw em outubro! Demorei para postar sobre isso aqui no blog por falta de tempo, mas aqui está! Eu e o Rafael Masoni trabalhamos nesse jogo durante quase 1 ano (começamos a falar dele no comecinho de janeiro) investindo nosso tempo livre para fazer todas as partes do jogo (audio, programação, arte, game design, level design e etc). Vou descrever um pouco do que fizemos e como organizamos, mas vai ser apenas um resumo do que falamos na nossa palestra no Guru-SP:

Saudades do Poker

Apesar de eu não ser bom o suficiente eu curto bastante jogar poker, mas as poucas vezes que me juntei com os amigos pessoalmente para jogar foi na época da faculdade, que marcavamos as “poker nights” e jogavamos apostando pequenas quantias. Depois de sair da faculdade eu sempre penso em tentar juntar aquele pessoal novamente, ou até mesmo juntar outras pessoas para poder jogar, mas eu acho difícil conseguir contato com o aquele pessoal novamente e a galera que eu tenho contato hoje geralmente não sabem jogar e tampouco se importam em aprender, ainda mais quando sabem que o jogo só tem graça quando está valendo dinheiro.

A lifestyle

Just a transcript from here, but it reflects my way of life at this stage of my life: We believe in going our own way,no matter which way the rest of the world is going. We believe in bucking the system that’s built to smash individuals as bugs on a windshield. Some of us believe in the man upstairs.All of us believe in sticking in to the man down here. We believe in the sky and we don’t believe in the sunroof.