Começando a falar de Ruby

Se você já conhece Ruby, ignore esse post! A idéia do post é mostrar um pouco da linauagem Ruby para pessoas que não conhecem nada sobre ela.

Eu, claro, acho muito interessante que muita gente por aí ainda não conhece Ruby, mesmo com a grande popularização do Rails, e eu chego a ouvir coisas assim:

“Não é você que programa naquela linguagem esquisita?”

Cheguei a ouvir do meu “professor de algoritmo” (perdeu meu respeito):

“Gostei desse algoritmo que você fez nessa linguagem esquisita aqui”

Há muitas pessoas que já ouviram falar em algo relacionado a Ruby apenas quando leram alguma coisa na Info falando de RubyOnRails. Portanto, resolvi escrever alguns posts sobre a linguagem para passar para esse pessoal que ainda não conhece nada. Pretendo que esse seja o post introdutório de vários capítulos passando por partes interessantes da linguagem. :)

Então…Vamos falar de Ruby! :)

Ruby é uma linguagem interpretada, criada pelo japonês Yukihiro “matz” Matsumoto e liberada publicamente em 1995. Desde lá o Ruby vem aparecendo bastante no mundo de tecnologia, sendo que a partir de 2006 teve um grande boom de comentários, ainda mais com o maior aparecimento do Rails.

Uma coisa que me irrita bastante é as pessoas associarem diretamente Ruby com Rails, portanto preciso deixar isso claro…

Rails não é Ruby!

Rails é um framework para desenvolvimento web que utiliza a linguagem Ruby para o tal. O Ruby tem bem mais coisas legais do que só o Rails. ;)

Como o Ruby é uma linguagem interpretada, podemos facilmente fazer um Hello World em Ruby:

1
puts 'Hello World'

Isso aí! Apenas uma linha! Uma linguagem totalmente orientada a objeto e você não precisa necessáriamente criar uma classe, um método ( public static void main… ) e escrever mil comandos Hierarquicamente para escrever algo! ;)

O interessante do Ruby é que tudo é um objeto, ou seja, se você escreve o numero 10 ele já é um objeto, tendo seus próprios métodos, como por exemplo:

1
10.times { puts 'Vou estudar Ruby' }

No caso acima usamos um dos métodos do 10 (que é da Classe Fixnum) que é o método times, que faz um loop 10 (ou qualquer outro numero Fixnum que estivesse aqui ) vezes fazendo o que está dentro do bloco, no caso, imprimir “vou estudar Ruby”. :)

No Ruby você consegue modificar métodos em tempo de execução! Uma classe que não possuía nenhum método pode possuir 10 em tempo de execução bastando que seu código os inclua lá, e isso é uma coisa muito legal!

A sintaxe da linguagem foi feita para ser simples, você tem vários métodos facilitadores, inclusive com uso de “?” ( interrogação ) para alguns métodos, como por exemplo para descobrir se a variável está não retorna nada:

1
variavel.nil?

Aqui temos uma pergunta explícita, que você olhando isso intuitivamente lhe vem duas respostas: Sim ou não ( nem me venha com talvez :P ),o que mostra que você olha um código Ruby e facilmente distingue muita coisa.

E tem bem mais coisas interessantes!

Tá…E por que diabos eu deveria usar Ruby

Aí que está! É aí que entram as coisas legais, como:

Rails

Agora sim você pode usar esse cara aí em cima para desenvolver aplicações bem legais usando todas as facilidades que o Ruby pode te oferecer

Shoes

Uma biblioteca bem interessante para desenvolvimento desktop multiplataforma, onde você consegue fazer muita coisa legal.

JRuby

Olha que legal, se você gosta bastante do Java, você pode rodar programas Ruby em cima da maquina virtual Java, o que é bem legal, até por que, a velocidade do JRuby, já passou a do MRI ( Matz Ruby Interpreter, ou a versão core oficial do Ruby, feita pelo Matz ).

Inclusive você pode importar várias bibliotecas do Java e tudo mais. ;)

Iron Ruby

Você usa a plataforma .NET da Microsoft? Então procure por esse cara! Eu não tenho muito a comentar por que não uso .NET.

É claro que não existem só esses aí em cima, apenas estou citando algumas coisas legais, mas se você procura por desenvolvimento web você pode escolher Sinatra, Merb (ainda não se fundiu com o Rails, mas isso vai acontecer na versão 3 do Rails), ou outros.

E se você apenas pensa em desenvolver para Desktop, alem do Shoes, você pode escolher, o RubyGTK, o MacRuby (para usuários MAC) ou até o FXRuby!

Se você não é programador, e trabalha com administração de sistemas, por que não utilizar Ruby para automatizar as tarefas? É fácil, tem manutenção simples, vem padrão em várias distribuições Linux…Não tem desculpa! :P

Meu foco nesse post não é abordar a fundo nenhuma das ferramentas que eu citei acima, e sim apenas dar um overview de tudo que você pode fazer usando essa linguagem.

Puxa, gostei! Como usar?

Moleza! Está no Linux né? Se estiver usando Ubuntu só dê os comandos mágicos:

1
sudo apt-get install ruby irb rdoc

Não está no Linux? Humm…No Windows é fácil tambem, baixe o executável e instale. Não tive muito contato com um mac ainda para instalar coisas e tudo mais, mas me parece fácil.

Basta clicar aqui e pegar os arquivos necessários para a instalação! :D

Vixe…Instalei, e agora?

Agora é hora de brincar um pouco com a linguagem para saber como ela funciona! Eu recomendo você a entrar no IRB (Interactive Ruby Shell) e começar a brincar!

Para acessar o irb é aquela moleza de sempre, apenas entre no terminal e chame por irb ( acho que funciona assim no Windows tambem )! :D

Lá você pode tentar executar uns códigos, inclusive os poucos exemplos que eu postei aqui, é muito legal para você conhecer a linguagem, descobrir uns métodos e tudo mais.

Já estou no IRB, mas eu não sei fazer nada…

Bem, agora é partir para as cabeças! :D

  1. Eu recomendo você a começar lendo o tutorial de Ruby do TaQ que é um material bem legal para começar.
  2. Se seu ingles é bom (não precisa ser fluente, mas você precisa saber ler e enteder) eu aconselho firmemente você a participar de algum curso Core do Rubylearning.org, e lá você vai aprender bastante coisa, alem de se divertir bastante.
  3. Leia alguns dos livros gratuitos que estão disponíveis na web gratuitamente e em português! Eu recomendo o Aprenda a Programar e o (comovente) guia de Ruby do Why. ( obrigado pela dica Abraão )
  4. Participe de Grupos de usuários para aumentar seus conhecimentos e conhecer pessoas que tambem estão interessadas na linguagem e sempre estudando! Se você está em São Paulo eu recomento fortemente você a participar do GURU-SP! :)
  5. Fique de olho aqui no blog que eu pretendo começar a postar umas coisas básicas, mas não espere somente por mim e já inicie seus estudos! ;)

Bem, com isso você já tem uma pequena base do que é o Ruby ( e sabe que o Rails é apenas um framework feito em Ruby ) e já pode começar a se divertir com ele! :D

Old comments by: Piteco, Jotae, Lê, Abraão Coelho, CrociDB, André “aCidcOde” Gomes | Not available anymore. :(